sexta-feira, 14 de agosto de 2020

OSESP FAZ SÉRIE DE TRANSMISSÕES AO VIVO, DIRETO DA SALA SÃO PAULO

Enquanto a Temporada 2020 não é retomada, com plateias na Sala São Paulo, a Osesp volta aos palcos para levar sua música a todo o público, com uma programação especial, feita com muito afeto pelos músicos e toda a equipe da Fundação Osesp.

Todas as sextas-feiras do mês de agosto, às 19h, e, eventualmente, aos sábados, às 16h30, uma série de concertos será transmitida ao vivo e online diretamente da Sala São Paulo, sem público na plateia, com parte da programação da Temporada 2020. 

A primeira apresentação acontece no dia 14/08, sob a regência de Cláudio Cruz, com um programa que tem como destaque a Sinfonia nº 4, de Beethoven, em celebração aos 250 anos de nascimento do compositor alemão, tema da Temporada 2020 da Osesp. O repertório inclui ainda a Sinfonia nº 8 – Inacabada, de Schubert.

Na semana seguinte, serão dois programas sob a regência de Emmanuele Baldini, trazendo os Concertos para Piano nº 3 e nº 4, de Beethoven, tendo como solista o pianista Eduardo Monteiro. No dia 21/08 (sexta), às 19h, o repertório inclui a Sinfonia nº 74, de Haydn; e no dia 22/08 (sábado), às 16h30, a Sinfonia nº 83 - A Galinha, de Haydn. 

E no dia 28/08, o destaque é a estreia mundial da mini-ópera Cartas Portuguesas, de João Guilherme Ripper, baseada nas cartas de amor de Mariana Alcoforado, freira do convento de Beja, com Camila Titinger (soprano), direção cênica de Jorge Takla e regência de Roberto Tibiriçá. A composição inédita dá continuidade à parceria da Osesp com a Fundação Gulbenkian de Lisboa. Completa o programa a Sinfonia nº 36 – Linz, de Mozart. 

Todos os concertos serão transmitidos gratuitamente pelas mídias sociais da Osesp:

§ Facebook (facebook.com/osesp/)
§ Instagram (instagram.com/osesp_/)

A gravação ficará disponível nos canais digitais da Osesp, assim como as dos demais concertos dessa série. 

A Osesp iniciou nos dias 01, 07 e 08/08, uma série de transmissões ao vivo, com a Orquestra reduzida, diretamente da Sala São Paulo, ainda sem público na plateia. Somados, esses três concertos já foram vistos mais de 50 mil vezes até o momento. 

Para garantir a segurança e a preservação da saúde de todos os músicos e demais funcionários envolvidos nas transmissões, a Fundação Osesp estruturou um cuidadoso Protocolo de Segurança Sanitária, respeitando as normas de higiene e distanciamento necessários à contenção da propagação da Covid-19. O protocolo conta com a consultoria e o processo de certificação Safeguard do Bureau Veritas, empresa que é referência mundial, com mais de 190 anos de atividades e reconhecidos serviços de avaliação de conformidade e certificação utilizados por grandes organizações nacionais e internacionais.
  
A Osesp aguarda o momento adequado de reencontrar o público em sua casa, a Sala São Paulo, de acordo com a decisão da Prefeitura do Município de São Paulo de abertura das salas de espetáculos somente na fase verde do Plano São Paulo e com os parâmetros anteriores estabelecidos pelo Governo do Estado. Enquanto isso não acontece, espera que, com essa série de transmissões, consiga levar um pouco da arte e da esperança compartilhadas durante esses encontros. 

Assista vídeo com os bastidores da preparação dos concertos online:


SALA SÃO PAULO DIGITAL

Sala São Paulo Digital tem oferecido uma diversificada programação online veiculada pelos canais de mídias sociais da Fundação Osesp, desde a suspensão das atividades presenciais, em 14 de março, por conta da pandemia. São gravações de concertos de temporadas passadas, apresentações dos músicos da Orquestra e do Coro em suas próprias casas, além de uma série de lives, em que músicos e convidados falam ao vivo sobre diversos temas ligados à música.

Essa programação, no período de 16 de março a 9 de agosto, resultou nos seguintes números de audiência:  

§ Mais de 4 milhões de minutos de vídeo foram assistidos, somando os canais da Osesp e da Sala São Paulo no YouTube;
§ Nos perfis e canais onde os vídeos das diversas séries foram postados na íntegra, estes foram vistos cerca de 1,1 milhão de vezes;
§ Nas páginas da Sala São Paulo e da Osesp no Facebook, somadas, as publicações obtiveram um alcance de aproximadamente 5,2 milhões de usuários (não únicos; trata-se das vezes que os conteúdos foram vistos nos feeds dos usuários);
§ No Instagram, o alcance de ambos os perfis somados foi de quase 2,2 milhões de usuários (não únicos; trata-se das vezes que os conteúdos foram vistos nos feeds dos usuários).

Números de publicações de cada série até o momento:

§ Osesp em Casa: 56 vídeos com os músicos tocando de suas casas;
§ Concerto Digital: 8 apresentações completas;
§ Acervo Osesp: 37 vídeos de obras na íntegra interpretadas pela Osesp e convidados;
§ Música na Cabeça — Lives da Osesp: 6 conversas entre membros da Osesp e convidados.
Enquanto a Temporada 2020 não é retomada, temos a satisfação de continuar levando música não só para todo o público da Osesp, mas também para um grande número de novos espectadores.

Acesse: 


TRANSMISSÕES AO VIVO | PROGRAMAÇÃO DE AGOSTO 

14/08 (sexta), 19h
ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO DE SÃO PAULO - OSESP
CLÁUDIO CRUZ regente
SCHUBERT Sinfonia nº 8 em si menor, D 759 – Inacabada
BEETHOVEN Sinfonia nº 4 em Si bemol maior, Op.60


21/08 (sexta), 19h
ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO DE SÃO PAULO - OSESP
EMMANUELE BALDINI regente e direção musical
EDUARDO MONTEIRO piano
HAYDN Sinfonia nº 74 em Mi bemol maior
BEETHOVEN Concerto nº 3 para Piano em dó menor, Op.37


22/08 (sábado), 16h30
ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO DE SÃO PAULO - OSESP
EMMANUELE BALDINI regente e direção musical
EDUARDO MONTEIRO piano
HAYDN Sinfonia nº 83 em sol menor - A Galinha
BEETHOVEN Concerto nº 4 para Piano em Sol maior, Op.58


28/08 (sexta), 19h
ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO DE SÃO PAULO - OSESP
ROBERTO TIBIRIÇÁ regente
CAMILA TITINGER soprano
JORGE TAKLA direção cênica
Raquel Paulin soprano
Luiza Willert soprano
Érika Muniz soprano
RIPPER Cartas Portuguesas [co-encomenda SP-LX Nova Música, estreia mundial]
MOZART Sinfonia nº 36 em Dó maior, KV 425 – Linz


Saiba mais sobre a obra de Beethoven na Revista Osesp, Edição 2020:


A Osesp e a Sala São Paulo são equipamentos culturais da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, sob gestão da Fundação Osesp.


Fonte: Assessoria de Imprensa – Osesp / Assessoria de imprensa – Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado




Nenhum comentário:

Postar um comentário