quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Distante de qualquer ideal olímpico!



Por 'farsa' na Rio 2016, COB e ministro interino viram réus

Por Gabriela Moreira, para o ESPN.com.br

O processo seletivo "foi uma farsa, um engodo, uma simulação". Assim descreveu o Ministério Público Federal (MPF) sobre a contratação de uma empresa envolvida na candidatura do Rio de Janeiro aos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016.

A acusação faz parte de uma ação recebida nesta terça-feira pela 2ª Vara Federal do Rio de Janeiro contra o Comitê Olímpico Brasileiro (COB), o vice-presidente do órgão, André Gustavo Richer, e o ministro interino do Esporte, Wadson Nathaniel Ribeiro. Eles viraram réus no processo por improbidade administrativa. [...]


Leia a matéria completa em http://www.msn.com/pt-br/esportes/olimpiadas/por-farsa-na-rio-2016-cob-e-ministro-interino-viram-r%c3%a9us/ar-BBpVAVG?li=AAggXC1&ocid=U206DHP

Nenhum comentário:

Postar um comentário