quinta-feira, 1 de março de 2018

ABERTURA TEMPORADA OSESP 2018

ABERTURA TEMPORADA OSESP 2018: NATUREZA DOS SONS | MARIN ALSOP REGE A SÉTIMA SINFONIA DE MAHLER | 08 A 10 DE MARÇO | SALA SÃO PAULO


Imagem da Temporada 2018: Thiago Rocha Pitta (Tiradentes, MG, 1980), Atlas/Oceano, 2014, vídeo, 09'05" (still de vídeo). Doação dos Patronos da Arte Contemporânea da Pinacoteca do Estado de São Paulo 2015, por intermédio da Associação Pinacoteca Arte e Cultura - APAC, 2017. 

Temporada Osesp 2018 – Natureza dos Sons abre oficialmente de 08 a 10 de março, com a Osesp regida por sua diretora musical e regente titular Marin Alsop, apresentando a Sinfonia nº 7 de Mahler, a primeira peça que regeu com a Orquestra, ainda como convidada, em 2011. 

Na semana de abertura, antes dos concertos, uma instalação especial no Salão dos Arcos combina a obra em vídeo Atlas/Oceano, de Thiago Rocha Pitta, que ilustra a capa do Livro da Temporada 2018, com apresentações do Coro da Osesp (cantando obras de Barber e Nystedt, no 2º andar).

A nova Temporada buscou sua inspiração em dois dos mais importantes elementos de formação da cultura brasileira – a natureza e a música –, e traz 32 programas de assinatura e 134 concertos no total, sendo 112 sinfônicos, 15 de câmara e sete corais. 

Buscando se ajustar à tendência dos eventos culturais da cidade de São Paulo, dada a complexidade de locomoção e os horários das demais casas de espetáculo, a partir de 2018, os concertos noturnos terão início às 20h30, às quintas e sextas-feiras; os concertos de sábado à tarde permanecem no horário das 16h30; e os programas de câmara de domingo (Quarteto Osesp, Recitais, Coro da Osesp) passam a iniciar às 19h.

SEMANA DE ABERTURA | PROGRAMA
ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO DE SÃO PAULO
MARIN ALSOPregente

GUSTAV MAHLER
Sinfonia nº 7 em mi menor

Estreada em Praga, em 1908, a Sinfonia nº 7 em mi menor de Mahler, com cinco movimentos, é uma das mais desafiadoras obras do compositor austríaco, e uma de suas sinfonias menos tocadas. De grande complexidade formal e harmônica, influenciou toda a música do período moderno.

Em seu texto sobre a Sétima para a Revista Osesp (mar/2018), Laura Rónai, flautista e professora do Programa de Pós-Graduação em Música da Unirio, afirma:

“Ainda hoje ela continua sendo a mais polêmica das obras de Mahler. Longa, ambiciosa, audaciosa, com instrumentação inaudita, texturas densas, revolucionária exploração de sonoridades, movimentos aparentemente desconexos (apesar de uma simetria geral que organiza a estrutura), não é peça fácil, que agrada de imediato. (...) Essa é uma obra que aponta para o século seguinte e constitui o apogeu da escrita sinfônica do autor.”

Serviço:
Ensaio aberto: 08/03 (qui), às 10h. Ingressos: R$ 10,00. 
Durante o Ensaio podem acontecer pausas, repetições de trechos e alterações na ordem das obras de acordo com a orientação do regente.
Concertos: 08/03 (qui) e 09/03 (sex), às 20h30, e 10/03 (sáb), às 16h30. Ingressos: R$ 50,00 a R$ 222,00.

----------------

CORO DA OSESP
VALENTINA PELEGGIregente

SAMUEL BARBER
Agnus Dei

KNUT NYSTEDT
Bach Imortal  

Antes dos concertos sinfônicos, o Coro da Osesp, comandado por Valentina Peleggi (regente em residência da Osesp), faz uma performance especial, de quinta a sábado, no 2º andar do Salão dos Arcos, interpretando duas peças a capella, concomitantemente à exibição da obra em vídeo Atlas/Oceano (2014, vídeo, 09'05"), do artista Thiago Rocha Pitta, que ilustra a capa do Livro da Temporada 2018.

Atlas/Oceano, que integra o Acervo de Arte Contemporânea da Pinacoteca do Estado de São Paulo, ficará em looping em um telão de led de grandes dimensões, até o final de março. Após a semana de abertura, o áudio gravado das apresentações do Coro será usado como uma intervenção sonora no espaço, enquanto o vídeo é exibido.

Performances
- 08/03 (qui) e 09/03 (sex), às 19h45, 20h e 20h15;
- 10/03 (sáb), às 15h45; 16h e 16h15. 
Gratuito (para quem adquirir ingressos para os concertos sinfônicos).

SALA SÃO PAULO | SERVIÇO
Bilheteria: (11) 3223-3966 (Sala São Paulo: 1484 lugares | Sala do Coro: 150 lugares)
Recomendação etária: 7 anos
Ingresso Rápido: (11) 4003-1212; www.ingressorapido.com.br 
Cartões de crédito: Visa, Mastercard, American Express e Diners.
Estacionamento: R$ 28,00 (noturno e sábado à tarde) e R$ 16,00 (sábado e domingo de manhã) | 611 vagas, sendo 20 para portadores de necessidades especiais e 33 para idosos.

Aposentados, pessoas acima de 60 anos, estudantes e professores da rede pública têm 50% de desconto, mediante comprovação em todas as atividades.

TEMPORADA OSESP 2018: NATUREZA DOS SONS | DESTAQUES
Em 2018, a Série Sinfônica da Osesp terá 112 concertos, sendo 12 deles gratuitos. A titular Marin Alsoprege 30 concertos ao longo do ano e, além da abertura oficial da Temporada, estará à frente do programa de encerramento, que apresenta a peça Too Hot to Händel: A Gospel Messiah. Marin também inaugura a série integral das Sinfonias de Beethoven, com a Sinfonia nº 3 – Heróica, e ainda comanda a Osesp em dois Concertos Matinais Gratuitos.

Nathalie Stutzmanncontinua, pelo terceiro e último ano, como a Artista Associada da Osesp, regendo dois programas no final de 2018. Outros regentes convidados em destaque são Error! Hyperlink reference not valid.Error! Hyperlink reference not valid.,Error! Hyperlink reference not valid. e David Robertson. 

Artista em Residência será o flautista franco-suíço  Emmanuel Pahud e, entre os solistas convidados estão os pianistas Error! Hyperlink reference not valid.Error! Hyperlink reference not valid.Error! Hyperlink reference not valid.Tamara Stefanovich; o violinistaPekka Kuusisto; e ainda as sopranos Error! Hyperlink reference not valid. e Camila Titinger.  

Entre os destaques da programação está a já mencionada série integral das Sinfonias de Beethoven, a ser apresentada ao longo de todo o ano, com regência de Marin AlsopValentina Peleggi(Regente em Residência da Osesp) e mais sete maestros convidados, entre eles Nathalie StutzmannLouis Langrée e Arvo Volmer.

Já a série Grandes Clássicos,regida por Isaac Karabtchevsky, traz quatro diferentes programas com um repertório de peças favoritas do público, como o Bolero de Ravel, a Sinfonia “Pastoral” de Beethoven e a Suíte da ópera Carmem de Bizet. 

E a Maratona Mozart, inteiramente gratuita, terá cinco concertos regidos por  Neil Thomson, com as sinfonias do compositor, apresentando como solistas os ganhadores do Concurso Jovens Solistas da Osesp.

Quatro obras inéditas estão programadas para essa Temporada: a estreia latino-americana de um concerto do compositor portuguêsVasco Mendonça (pela parceria com a Fundação Gulbenkian de Lisboa), além da estreia mundial de três peças especialmente encomendadas pela Osesp aos compositores brasileiros Ronaldo Miranda(que comemora 70 anos), Aylton Escobar(com o Coro da Osesp) e Caio Facó

Além dos programas de assinatura, várias são as iniciativas da Fundação Osesp para a democratização do acesso à música clássica, entre estas, os Concertos Matinais Gratuitos, os Concertos Digitais eos Ensaios Abertos da Osesp (R$ 10). Serão oferecidos, ainda, em todos os programas, uma grande quantidade de ingressos ao preço do Vale Cultura (R$ 50).

Saiba mais sobre a Temporada 2018:

Fonte: Alexandre Felix - Fundação Osesp | Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário