sábado, 4 de março de 2017

Pesquisas de novos remédios contra tuberculose precisam de mais de US$ 800 mi por ano

O alerta é da Organização Mundial da Saúde (OMS), que pediu nesta quarta-feira (1) mais investimentos em pesquisa e desenvolvimento (P&D) de medicamentos para tratar a doença. Versão da doença resistente a diferentes antibióticos é uma ameaça à saúde pública e matou 250 mil pessoas em 2015.

Mais de 800 milhões de dólares por ano são necessários para financiar a pesquisa de novos antibióticos para tuberculose. O alerta é da Organização Mundial da Saúde (OMS), que pediu nesta quarta-feira (1) mais investimentos em pesquisa e desenvolvimento (P&D) de medicamentos para tratar a doença.
A agência da ONU chama atenção para os agentes patogênicos da tuberculose que são resistentes a múltiplos remédios. A versão da doença causada por esses microrganismos é chamada tuberculose multidroga resistente (TB-MDR) e é responsável por uma verdadeira crise de saúde pública. Em 2015, foram registrados 580 mil casos e 250 mil mortes associados à infecção. Apenas 125 mil pacientes receberam tratamento e somente metade foi curada.
Nos últimos 50 anos, apenas dois novos antibióticos para tratar a TB-MDR avançaram em etapas de testes clínicos. Para concluir os ensaios de verificação, serão necessários mais recursos financeiros.
Em 27 de fevereiro, a OMS publicou uma lista de agentes patogênicos resistentes a antibióticos que recentemente foram priorizados como um grande risco para a saúde humana.
“A Mycobacterium tuberculosis, a bactéria responsável pela tuberculose humana, não foi incluída no escopo do exercício de priorização, pois a intenção era identificar ameaças à saúde previamente não reconhecidas devido ao aumento da resistência aos antibióticos. Já há consenso de que a tuberculose é uma prioridade absoluta para a pesquisa e desenvolvimento de novos antibióticos”, disse em comunicado a subdiretora-geral da OMS, Marie-Paule Kieny.
Uma série de reuniões globais de alto nível sobre tuberculose foram programadas para 2017 e 2018. A TB-MDR e a pesquisa de novos medicamentos serão os temas principais da Conferência Ministerial da OMS sobre Tuberculose, planejada para novembro de 2017 em Moscou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário