quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Faculdade de Medicina da UFMG: Simpósio discute sintomas e aspectos sociais das neurofibromatoses


Trocar ideias sobre experiências relacionadas às neurofibromatoses é o objetivo central do III Simpósio brasileiro sobre neurofibromatoses, que acontece nos dias 23 e 24 de novembro na Faculdade de Medicina da UFMG. O evento terá participação do cirurgião plástico Ivo Pitanguy.
Neurofibromatose (NF) designa um grupo de doenças genéticas que tem como principal característica o crescimento tumoral de células do tecido neural devido a mutações de diferentes genes. Existem três tipos de neurofibromatoses: Tipo 1, Tipo 2 e Schwanomatose.
A doença se manifesta desde o nascimento, e seus primeiros sintomas são as chamadas manchas café-com-leite, de coloração marrom-claro e concentradas no tronco. Na adolescência, podem surgir os neurofibromas. A enfermidade provoca redução da expectativa de vida em aproximadamente 15 anos, causa dificuldade de aprendizagem, baixa estatura, timidez, dificuldade na fala e na voz. Em casos mais raros ocorrem tumores no sistema nervoso central e doenças na coluna vertebral.
O simpósio vai reunir pesquisadores, cientistas e estudantes em torno de palestras, apresentações de projetos e mesas-redondas. A programação prevê abordagem de temas como os aspectos éticos e legais do aconselhamento genético, alterações cognitivas e do aprendizado na NF1, tumores na NF1, o novo método de avaliação da escoliose e a cirurgia plástica nas neurofibromatoses. A apresentação sobre este último tema será feita pelo cirurgião plástico Ivo Pitanguy.
O evento é fruto de trabalhos realizados pela Associação Mineira de Apoio aos Portadores de Neurofibromatose (Amanf) e do Centro de Referência em Neurofibromatose (CRNF). A Amanf trabalha com pacientes e familiares, no combate aos sintomas da doença, e publica As manchinhas de Mariana, que aborda os sintomas, o cotidiano e perspectivas de portadores.
Pré-inscrições devem ser feitas pelo endereço centro@amanf.org.br. Outras informações estão no site da Associação.


Nenhum comentário:

Postar um comentário