segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Seminário na UFMG discute institucionalização de conflitos ambientais


Pesquisadores de diferentes instituições do país e representantes do Ministério Público discutem, na UFMG, no dia 19 de novembro, a institucionalização dos conflitos ambientais e suas implicações para a sociedade.
O seminário Formas de matar, de morrer e de resistir: limites da resolução negociada dos conflitos ambientais e a garantia dos direitos humanos e difusos será realizado no auditório do Centro de Atividades Didáticas (CAD) 2 das 8h30 às 18h.
Promovido pelo Grupo de Estudos em Temáticas Ambientais (Gesta), o evento é voltado para advogados, estudantes, pesquisadores e representantes de movimentos sociais.
São oferecidas 250 vagas e as inscrições, gratuitas, devem ser feitas no local, por ordem de chegada. Certificados serão emitidos eletronicamente. Mais informações pelo e-mail gesta@fafich.ufmg.br. ou pelo telefone (31) 3409-6301, das 9h às 12h e das 14h às 17h.

Conheça a programação completa em


Nenhum comentário:

Postar um comentário