quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Cidadania e Literatura

MINHA VIDA COM BORIS
Thays Martinez
Editora Globo
144 p.

MINHA VIDA COM BORIS A comovente história do cão que mudou a vida de sua dona e do Brasil A inspiradora história da advogada Thays Martinez e Boris, o cão-guia que desbravou caminhos para ampliar a inserção social dos deficientes visuais no Brasil Numa manhã de maio de 2000, a advogada Thays Martinez e seu cachorro Boris saíram de casa para fazer história. Recém-chegados dos Estados Unidos, os dois tiveram a entrada barrada numa estação de metrô. Motivo: animais não eram permitidos nas instalações da Companhia do Metropolitano de São Paulo. E os funcionários da estação não se dobraram nem mesmo ao argumento de que cães-guia são instrumentos de acessibilidade e autonomia para pessoas com deficiência visual como Thays, cega desde os quatro anos. Thays, então, moveu uma ação judicial contra o Metrô e, seis anos depois, conquistou uma histórica vitória no Tribunal de Justiça de São Paulo, fazendo a própria defesa com Boris a seu lado. Antes mesmo da decisão judicial que permitiu o acesso de cães-guia ao Metrô da maior metrópole do país, o caso de Thays e Boris já havia inspirado a aprovação de duas leis — uma estadual, em 2001, e outra federal, em 2005 — que garantem o acesso de cães-guia a todo e qualquer local público e privado de uso coletivo. A dupla também ficou conhecida graças às várias reportagens de que foi tema após o incidente, e Boris ainda foi alçado à condição de herói da inclusão e da acessibilidade. Mas a obra vai muito além da narrativa de um triunfo da cidadania. No vibrante resgate de suas memórias, Thays aborda, sobretudo, sua profunda amizade com Boris, uma conexão baseada em confiança e cumplicidade que deixa como legado uma comovente história de afeto para além da vida. Thays Martinez nasceu em janeiro de 1974. Formada em direito pela Universidade de São Paulo, com especialização em direito penal e interesses transindividuais, foi conselheira do Conselho Nacional de Assistência Social e membro da comissão de Direitos das Pessoas com Deficiência da OAB. Fundadora do Iris (Instituto de Responsabilidade e Inclusão Social), é palestrante na área de direito e autora do blog www.eueeles.com.br. Boris (16/10/1998 – 24/10/2009) nasceu em Rochester, no Estado do Michigan. Labrador amarelo, com suspeitas fortíssimas de uma mistura com golden retriever, passou boa parte de sua infância em uma escola infantil para humanos, o que viria a justificar sua paixão por crianças, bem como certas excentricidades, como gostar de dormir coberto e com travesseiro. Depois, estudou em escolas de primeira linha, como a tradicional Leader Dogs for the Blind, o que acabou lhe propiciando o convite para trabalhar no Brasil. Tinha por hobby tirar tampas de garrafas e gostava de correr e de beber água de coco. Sua única superstição era, a cada refeição, deixar um grão de ração em sua vasilha. (Fonte: http://www.globomarcas.com.br/globomarcas/pages/viewProduct.jsf?VP=bjJhrTkOfaRJdGRQmXMQx1czvcpU%2B6YbkmH9ueG4MgY%3D&VPP=LIVRO+MINHA+VIDA+COM+BORIS)
Saiba mais em

Nenhum comentário:

Postar um comentário