sexta-feira, 10 de junho de 2016

Giro Cultural da USP mostra o patrimônio modernista da cidade de São Paulo

O passeio “A USP e a São Paulo Modernista” – que leva os participantes a um passeio que inclui o Museu Paulista, o Teatro Municipal e o Parque do Ibirapuera – está com inscrições abertas para saídas nos dias 11 e 25 de junho
Por Victória Del Pintor  
O Giro Cultural da USP – promovido pela Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP – oferece um roteiro gratuito fora do circuito da Cidade Universitária. O projeto visa a divulgar o patrimônio artístico, arquitetônico e cultural da Universidade. O roteiro “A USP e a São Paulo Modernista” oferece saídas gratuitas nos dias 11 e 25 de junho. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas aqui através do site.
O passeio será realizado por ônibus e partirá, às 10 horas, da Estação do Metrô Alto do Ipiranga – linha 2, Verde, do Metrô –, sendo as catracas da estação o ponto de encontro, e passará pelo centro da cidade, destacando construções modernistas, como o prédio do Copan. A primeira parada do roteiro será no Museu Paulista (também conhecido como Museu do Ipiranga) e no Parque da Independência. O passeio ainda inclui uma parada no Teatro Municipal e finaliza no Museu de Arte Contemporânea (MAC) da USP, no Parque do Ibirapuera, passando ainda por construções como o prédio da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP, na rua Maranhão, o Edifício Montreal, o Museu de Zoologia, o Centro Universitário Maria Antonia e o Mercado Municipal, entre outros.
No total, o trajeto levará cerca de quatro horas. São oferecidas 40 vagas. O objetivo é levar os visitantes a refletir sobre o Modernismo presente na cidade de São Paulo, em aspectos que vão além do arquitetônico. Por isso, inicialmente, mostra-se uma paisagem do século 19 – o Museu Paulista –, para encerrar com o pico da implantação do movimento modernista na cidade, representado pelo Parque do Ibirapuera e o MAC, ao mesmo tempo em que dialoga com os participantes sobre a importância da USP nesse processo.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário