terça-feira, 26 de abril de 2016

Dia Nacional do Combate à Hipertensão Arterial‏

A Hipertensão Arterial é uma doença silenciosa que pode se manifestar em idosos e adultos representando um importante fator de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares.
Segundo a Sociedade Brasileira de Hipertensão, a doença atinge entre 25% e 30% da população brasileira adulta, chegando a mais de 50% após os 60 anos. Além disso, é responsável por 40% dos infartos, 80% dos derrames e 25% dos casos de insuficiência renal terminal no país.
O problema se dá especificamente quando a PA é igual ou superior a 140x90 no adulto. O diagnostico deve ser sempre validado por medidas repetidas em, pelo menos três ocasiões diferentes, em boas condições de aferições.
As evidências científicas mais atuais sugerem que o controle mais rigoroso da pressão arterial seja mais benéfico do que tentar apenas deixar os níveis menores que 140 mmHg. Este controle mais intenso é acompanhado de menor incidência de eventos cardiovasculares futuros, em especial de AVC.
A prevenção ainda é o melhor caminho e é fundamental aferir a pressão frequentemente, explica o cardiologista João Lucas O’Connell. “Fatores como histórico familiar, obesidade, diabetes, tabagismo, estresse, sedentarismo, dieta rica em sódio, consumo exagerado de álcool, por exemplo, contribuem para o aparecimento da pressão alta”, explica. Uma dieta saudável e balanceada, assim como a prática de exercícios aeróbios regulares e a restrição de atividades sedentárias são fundamentais para a prevenção e o controle, sugere o especialista.

Fonte: Comunique Assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário