quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Quando o dinheiro é DEMAIS, a Justiça desconfia.


TSE mantém reprovação de contas de campanha de Pimentel

Em 2014, Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais rejeitou a prestação de contas por entender que os gastos com a campanha extrapolaram em R$ 10 milhões o valor previsto [...]


Nenhum comentário:

Postar um comentário