quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

A paz que vem da música


Música clássica reduz ansiedade de crianças na cadeira do dentista, conclui pesquisa da Faculdade de Odontologia

A dentista Marcela de Oliveira Brant tinha uma motivação para sua pesquisa de mestrado: descobrir uma forma de diminuir a ansiedade das crianças que começam a experimentar um tratamento dentário. Ela sabia que, no Brasil, cerca de 40% das crianças de quatro a 12 anos ficam ansiosas na cadeira do dentista. Estava ciente também de que a Sinfonia 40 em sol menor K550, de Wolfgang Amadeus Mozart, tem efeito relaxante comprovado em situações de internação hospitalar.

Ela juntou essas informações e empreendeu, com orientação da professora Júnia Serra-Negra, da Faculdade de Odontologia, a primeira pesquisa no Brasil sobre a aplicação da música como método de distração e redutor da ansiedade no atendimento odontopediátrico.

A análise estatística dos dados – extraídos de medições de frequência cardíaca e saturação de oxigênio – revelou que o método funciona: o uso da música é um recurso seguro e eficaz, de custo baixo e execução simples.

"A ansiedade é um obstáculo aos cuidados de saúde bucal, um desafio epidemiológico, principalmente em odontopediatria", lembra Marcela Brant. "O desconforto causado, por exemplo, pelos ruídos de alguns equipamentos pode causar adiamento de consultas, o que gera impacto negativo na vida do indivíduo. Além de aliviar tensões, a música reduz ou abafa os ruídos incômodos de um ambiente odontológico", acrescenta. [...]

Nenhum comentário:

Postar um comentário