sexta-feira, 16 de novembro de 2012

ONU-Habitat quer escolher cidades piloto para projeto contra desastres


INICIATIVA, ABERTA ATÉ 7 DE DEZEMBRO, VAI CULMINAR COM A SELEÇÃO DE 10 CENTROS URBANOS; EFEITOS DO FURACÃO SANDY FORAM TIDOS COMO REFERÊNCIA PARA A NECESSIDADE DA ADOTAR O PLANO.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Programa da ONU para Assentamentos Humanos, ONU Habitat, abriu um concurso para a escolha de cidades-piloto para acolher um projeto de planeamento urbano integrado que visa dotá-las de uma resistência a desastres.
A iniciativa, aberta até 7 de Dezembro, vai culminar com a seleção de 10 centros urbanos.

Furacão Sandy
Os efeitos do furacão Sandy, que abalou o litoral das Caraíbas e a costa atlântica dos Estados Unidos foram tidos como referência para a necessidade da adoção do plano. Pretende-se que as cidades estejam preparadas para lidar com os efeitos de eventuais maremotos e terramotos.
Para a ONU-Habitat será importante garantir um bom equilíbrio entre países desenvolvidos e em desenvolvimento para no teste da aplicabilidade do plano global.

Ferramentas
A participação dos centros urbanos é considerada essencial "para desenvolver práticas, testar ferramentas, normas e sistemas para garantir uma maior resistência das cidades."
Para a ONU-Habitat, é fundamental desenvolver uma metodologia para a criação de ferramentas de planeamento e novos alvos que possam ter em conta a resistência nas agendas de desenvolvimento urbano sustentável.


Nenhum comentário:

Postar um comentário