segunda-feira, 26 de setembro de 2011

ARTPLE - Uma sociedade de Arte, Poesia e Letras

  


COMO SURGIU O ARTPLE

  
Tudo começou na Cafeteria do ARTPLEX de Botafogo, frequentada por nós há um bom tempo e de forma esporádica e espontânea, onde catarses sucediam-se, sempre com muito humor e muito papo descontraído. Aos poucos foi virando um hábito e porque não dizer, uma necessidade de TROCARMOS DESABAFOS.

Não mais que de repente, sugeri criarmos um grupo composto de 13 poetas. Para que tal acontecesse, necessário seria sermos treze ao todo. Fomos (eu, Luiz Gondim e Marcia Barroca) sugerindo nomes, para que pudéssemos fechar a lista. Nomes também de poetas como Gutman, Barbara Gracie, Carmem Cardin e Graça Carpes surgiram e os poetas que já se encontravam conosco desde o início, Juçara Valverde, Edir Meirelles, Mario Moreira, Samir Badouyr e pouco depois Braulio Maciel e Gloria Puppin aceitaram participar do ARTPLE.

Alcançada nossa finalidade de sermos TREZE POETAS, partimos para a escolha dos nossos patronos, consultando todos os convidados, que foram rapidamente nomeando suas preferências.

Nossa primeira reunião no ARTPLEX, nome este que deu origem ao grupo, aconteceu no dia 13 de agosto e convencionamos que nossas reuniões se realizariam SEMPRE NOS DIAS 13 DE CADA MÊS.

Fato curioso ocorreu: Após a criação do grupo, antes mesmo da primeira reunião acima mencionada, soubemos pelos funcionários da Cafeteria, que o ARTPLEX iria deixar de existir! Realmente ficamos tristes, mas não o suficiente para que ficássemos desiludidos. Ao contrário, cresceu forte em nós a vontade de nos unirmos ainda mais. Muitos ofereceram suas casas e todos, unânimes em cooperar, da forma mais adequada possível!

Nossos Patronos foram devidamente homenageados no dia 13 de agosto, quando suas biografias foram lidas e seus poemas relembrados calorosamente.

Nesse grupo coeso e formado por amigos, não haverá jamais disputas como "Eu sou Melhor do que você..." Somos sim, poetas de alma aberta e que encontram na poesia, mais uma razão de sobrevivência e não de superação caótica.

SEREMOS UM POR CADA UM, INSUBSTITUÍVEIS E UNIDOS!

O ÚLTIMO A SOBREVIVER, IRÁ FECHAR A PORTA ...


Messody Benoliel



Para saber mais visite o blog

Nenhum comentário:

Postar um comentário