quarta-feira, 13 de julho de 2011

Ministro da Saúde propõe que os medicamentos para deixar de fumar façam parte da Farmácia Popular

Buscando apoiar as instituições nacionais no esforço de aprimoramento das políticas de controle de tabaco, a Organização Pan-americana da Saúde realizou em 31 de maio - Dia Mundial Sem Tabaco - a  oficina Tabaco, Doenças Não Transmissíveis e Desenvolvimento: a importância da CQCT-OMS no alcance dos Objetivos do Milênio.
O evento contou com a participação do ministro da Saúde, Alexandre Padilha,  do coordenador do Sistema ONU no Brasil, Jorge Chediek  do representante da OPAS no Brasil, Diego Victoria, do diretor-geral do INCA, Luiz Antonio Santini, do diretor da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Agenor Alvarez, dos integrantes da Comissão Nacional de Implementação da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco (Conicq), de representantes da Organização Internacional do Trabalho, do Banco Mundial, de outras agências da ONU no Brasil, do Conselho Federal de Medicina, da Sociedade Brasileira de Pneumologia, da Sociedade Brasileria de Pediatria, da Socieade Brasileira de Cardiologia no Brasil, além das organizações da sociedade civil para o controle do tabaco.
A oficina teve como objetivo dar visibilidade à implementação da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco (CQCT) como uma das  prioridades da Agenda  Estratégica para Controle das Doenças Não Transmissíveis no Brasil, que será levada pela presidente Dilma Rousseff para a reunião de Chefes de Estado sobre esse tema promovida pela Organização das Nações Unidas (ONU), em setembro. (...)

Nenhum comentário:

Postar um comentário